Leia também

Tem catarinense na Flip 2015

Paraty é um paraíso perdido no tempo, no litoral fluminense na virada para o século XX, com seus casarões, sobrados, igrejas e arquitetura com forte influência portuguesa. Isso, por si só já é motivo para ir até lá, conhecer o local ou matar as saudades. Agora, quando o maior festival literário da América Latina, aporta naquela plaga, as motivações se tornam ainda melhores.

Pois bem, a Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) 2015 tem início dia 1º de julho e, além da intensa programação típica, este ano teremos a presença do catarinense Carlos Henrique Schroeder, romancista, roteirista, crítico literário e editor brasileiro.

Carlos Schroeder Polaroid cópia

“A Flip é uma referência em termos de eventos literários, é uma celebração do mercado editorial, mas também uma vitrine para os autores. Estarei representando o estado por lá, o que é sempre bacana”, conta Schroeder.

No início da semana a principal programação paralela da Flip, realizada no Centro Cultural Sesc Paraty, divulgou a programação completa. Schroeder, que é responsável pela Feira do Livro de Jaraguá do Sul, que este ano completou nove edições, é uma das atrações confirmadas. Ele é autor de “As fantasias eletivas”, seu mais recente livro.

Na dia de 2 julho Schroeder participará da mesa “(Sobre)viver de Literatura”, ao lado dos escritores Luiz Ruffato e o Paulo Scott. “É um debate importante, principalmente nesse momento de recessão financeira e de retração do mercado editorial” finaliza Schroeder.

A programação do Sesc Nacional em Paraty pode ser conferida aqui.

Confira as fotos de divulgação da Flip realizada no ano passado…

Comentários

comentários


Sobre Sal (292 Artigos)
Jornalista, blogueiro, letrista, cantor em uma banda de rock, fã de música, quadrinhos e cinema