Leia também

Eu saúdo a Tapioca – Coluna Vertebral #08 com Kiko Oliveira

Alimentação saudável saborosa

receita-light-animale-capa

Salve, galera!!

Há tempos faço um sanduíche delicioso, muito saudável, feito com tapioca que, segundo pesquisas, têm vários benefícios.

Um pouco sobre a tapioca

A mandioca é um rizoma de amido principalmente cultivado nos climas quentes da África, Ásia e América do Sul. A mandioca não deve ser comida crua, isto porque contém quantidades tóxicas de glicosídeos cianogênicos, que são reduzidos para níveis inócuos ao cozinhar. Trata-se de uma das mais ricas fontes de carboidratos, vitamina B9 (ácido fólico, ácido fólico), vitamina C, magnésio, manganês e cobre.

A tapioca é um alimento feito com a fécula da mandioca, substância farinácea extraída de raízes tuberculosas, que dá origem ao polvilho doce (goma de mandioca). É parecida com uma panqueca, e também conhecida como beiju.

Alguns benefícios da tapioca

  1. Livre de glúten

A tapioca não possui a gliadina, uma proteína presente no glúten, que colabora para o aumento da inflamação do organismo e da gordura abdominal. Desta forma, mesmo que você seja intolerante ao glúten, usufrua dos benefícios da tapioca.

  1. Uma amiga para o ganho de peso saudável

Os benefícios da tapioca abrangem os que desejam ganhar peso também. Embora a maioria das pessoas estejam preocupadas com a perda de peso, há os que procuram ganhar. Para este fim, a tapioca fornece uma maneira rápida de ganhar peso de forma saudável. Tendo alto teor de carboidratos, ela pode ser adicionada em sua dieta, sem os inconvenientes de colesterol e gorduras ruins, que, por sua vez, quando elevados, podem causar diversos problemas de saúde.

Estes pontos unidos ao tipo de carboidratos encontrados na tapioca fazem com que seja uma escolha benéfica para as que precisam ganhar peso. Portanto, consuma este alimento e usufrua dos benefícios da tapioca para o ganho de peso.

  1. Rica em vitaminas do complexo B

A tapioca contém quantidades significativas de vitaminas do complexo B, incluindo o ácido fólico, que é bastante importante para reduzir as chances de defeitos do tubo neural em bebês. Portanto, é uma boa escolha para as grávidas.

  1. Impulsiona a saúde dos ossos

A tapioca é uma boa fonte de vitamina K, cálcio e ferro. Estes nutrientes desempenham um papel importante na proteção e desenvolvimento dos ossos. A densidade mineral óssea diminui com a idade, acarretando problemas tais como a osteoporose, a osteoartrite e a diminuição da flexibilidade. Os benefícios da tapioca propiciam uma melhora na saúde dos ossos.

  1. Propriedades que beneficiam o sangue

O teor de ferro é uma das causas dos benefícios da tapioca para o sangue, no geral. O ferro é essencial para o funcionamento normal do corpo, e contribui para várias funções mais importantes, como a produção/criação de células vermelhas. Juntamente com o cobre (também

presente neste alimento), o ferro aumenta a quantidade de células vermelhas do sangue no corpo, impedindo, assim, condições como anemia e outras relacionadas.

  1. Um impulso energético

Os carboidratos são o combustível do corpo. A tapioca tem uma grande quantidade de carboidratos, sem colesterol e gorduras saturadas, proporcionado uma boa carga de energia para o dia.

  1. Fonte de vitamina K: uma ajuda neurológica

A tapioca é uma fonte em vitamina K, que tem papel importante no funcionamento neural. A vitamina K está relacionada à diminuição nas chances de desenvolver o mal de Alzheimer, ao beneficiar algumas atividades e mecanismos do cérebro.

  1. Uma ajuda para o controle da pressão arterial

Outro dos benefícios da tapioca vem de seu teor de potássio, um mineral essencial para o corpo. O potássio é um vasodilatador, ou seja, reduz a tensão e o estresse dos vasos sanguíneos e artérias. Como é rica em potássio, o consumo de tapioca pode aumentar o fluxo de sangue no corpo e reduzir a pressão sobre o coração.

O resultado disto é uma redução das chances de aterosclerose e coágulos sanguíneos. Isso também diminui a chance de ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais. Além disso, o potássio é fundamental para o equilíbrio dos fluidos do corpo.

Atenção aos recheios!

Dependendo dos acompanhamentos utilizados, a tapioca pode deixar de ser um alimento pouco calórico e se tornar uma verdadeira bomba.

Sugestões são a adição de chia, linhaça ou aveia em flocos, para aumentar o teor de fibras na tapioca.

Ao adicionar frutas e legumes à tapioca garante-se uma melhor fonte de vitaminas e minerais. Já se a ideia é reduzir o índice glicêmico, o ideal é rechear com fontes de proteínas ou fibras.

Se você vai fazer tapioca pela primeira vez, você pode encontrar com facilidade a goma da tapioca em supermercados, mercearias ou até mesmo nas feiras, já hidratada. Esse tipo é ideal para quem ainda não conhece o ponto da liga e não sabe manusear a goma. A chamada tapioca tradicional é bem simples e fácil de fazer.

 

Vamos ao sanduba!!

foto sanduiche pronto

Sanduíche de Crepioca

Ingredientes:

1 crepioca (leia a receita abaixo)

2 colheres de requeijão

Alface a vontade

Pepino a vontade*

Cebola a vontade

Modo de preparo

 

Prepare a Crepioca conforme descrito na receita abaixo, corte ao meio e já adicione o requeijão na crepioca quente para que o requeijão derreta e o sanduíche fique combinado de acordo com a Dieta Gracie.

Adicione alface, cebola e pepino como recheio e aproveite seu novo sanduíche sem glúten!

 

Panqueca Sem glúten – Massa (Crepioca)

Ingredientes:

2 Ovos

1 xícara de chá de goma de tapioca pronta

1 colher de chá de parmesão ralado (se o preparo for salgada)

1 colher de chá de mel (se o preparo for doce)

 

Modo de preparo

Em uma tigela, quebre os ovos, despeje a goma de tapioca, o mel ou o queijo ralado conforme a preferência de preparo e misture tudo.
Em uma frigideira anti aderente, coloque um fio de azeite e aqueça.
Com uma concha, despeje o necessário para cobrir o fundo da frigideira e doure os dois lados da panqueca.

 

* PEPINO:

Muitas pessoas sabem que o pepino é bastante indigesto. Passo aqui alguns “truques” que podem solucionar tal problema.
– Uma das soluções para isso é cortá-lo em rodelas finas, depois de descascado e colocá-lo por 2 horas de molho em água fria. A seguir escorra-o;
– Para retirar o “veneno” do pepino, que provoca a azia, o melhor é cortar uma rodela de pepino em cada extremidade (digamos os “rabos” do pepino) e esfregar com alguma rapidez esses rabos contra o corpo do pepino em movimentos circulares. Sairá do pepino uma goma branca que é precisamente o veneno que este contém;
– Lavá-lo muito bem, cortar algumas lâminas da casca em longitudinal e a seguir cortar as rodelas. Assim, as rodelas do pepino mantém um pouco da casca, o que facilita a digestão.

Espero ter ajudado em mais uma opção de alimentos. Lembro ainda a importância em se procurar um profissional em nutrição para qualquer tipo de dieta. Nada de automedicação e/ou alimentos “milagrosos”.

A nutrição é importante por melhorar a qualidade de vida das pessoas, proporcionar uma maior energia durante o dia, diminuindo a fadiga física e mental aguda e crônica. A nutrição não é sinônimo de fome, não tem nada a ver com abrir mão dos prazeres, dos alimentos que gostam.

 

Fontes: Dieta Gracie, Portal Educação, gastronomia.com.

 

Comentários

comentários


Sobre Kiko Oliveira (17 Artigos)
Carioca, curioso, ator, diretor teatral, estudante de Tarô, estudioso da gastronomia, baterista e percussionista, além de praticante de Jiu Jitsu