Leia também

Um Poeta Pode Fingir

O Beijo - Henri de Toulouse-LautrecUm poeta pode fingir
A lua não vai mais se esconder de nós dois
E mesmo que o Circo voe
E não arme mais a lona
Eu pego carona na tua poesia depois
Eu quero te descobrir

Um poeta pode fingir
Deixe a história nos contar
Vamos inventar a nossa história
Deixa eu te olhar nos olhos por mais de um século
Conheço a palavra que anseias ouvir

Um poeta pode fingir
Eu posso ler seus pensamentos
Baseado nas frases ao vento
Sei dos teus medos ocultos
E o que estás a sonhar

Um poeta pode induzir
Quero você no mar
Num palco
No céu de um picadeiro
Mas não quero um momento
Um pedaço
Quero por inteiro
Não fomos feitos pra durar

Um poeta pode fingir
Eu não sei seduzir!

Há sorriso em seus olhos
Há desejo em seu sorriso
Mas preciso provar meu próprio veneno
Pra te mostrar o paraíso

Assim criarei nosso céu
Pra te dar o real anel de lua e estrela que te prometi
Todo encanto e magia
Toda poesia que você sentir!

Embarque nessa viagem
Tente!
Um poeta pode fingir
Mas não mente!

por Ariston Sal Junior 

Comentários

comentários


Sobre Sal (291 Artigos)
Jornalista, blogueiro, letrista, cantor em uma banda de rock, fã de música, quadrinhos e cinema