Tudo que eu quero agora

Adulation of space - Magritte (1928)
Adulation of space – Magritte (1928)

Teu telefone tá ocupado
Teu sinal tá fechado
Tua caixa postal tá lotada
Tua rede tá sem cobertura

Tua porta tá trancada
Teu freio de mão tá puxado
Tua estréia tá sem abertura

Eu já não sei em qual cadeira sentar
Que lugar na mesa devo ocupar
Que lado da cama posso dormir

Em qual vôo será melhor partir
Só sei que tudo que quero, agora, é sumir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s