Leia também

Barão Vermelho grava antigos hits na voz de Suricato

Barão Vermelho grava antigos hits na voz de Suricato

Foto Divulgação por Leo Aversa

O Barão Vermelho está na capital fluminense registrando em estúdio um novo álbum de canções inéditas, fato que não ocorria desde 2004. Dessa vez a empreitada conta com a voz e a guitarra de Rodrigo Suricato, vocalista do Barão desde o ano passado.

Enquanto prepara o novo disco, previsto para ser lançado no segundo semestre deste ano, o Barão lançou um EP nas plataformas digitais. Assim como aconteceu em 1989, com o lançamento do álbum Barão Vermelho Ao Vivo, gravado na extinta danceteria paulistana – o Dama Xoc – para registrar antigos hits do Barão com a voz do Frejat, dessa vez o grupo lança sete canções do antigo reperta do Barão, na voz de Suricato. Essas canções foram gravadas originalmente nas vozes de Cazuza ou Frejat.

Embora registrado em um estúdio, no caso o Palco 41, as canções com Rodrigo Suricato tem a energia típica dos Barões no palco. A pegada de show das canções como Billy Negão (Maurício Barros, Guto Goffi e Cazuza, 1982), Pro dia nascer feliz (Roberto Frejat e Cazuza, 1983), Pense e dance (Roberto Frejat, Guto Goffi e Dé Palmeira, 1988) e Puro êxtase (Maurício Barros e Guto Goffi, 1998) atestam o que digo.

O EP, batizado #Barãoprasempre, tem o mesmo nome da turnê que estreiou em maio do ano passado, com Suricato na voz e guitarra. As canções foram gravadas durante a primavera de 2017, ainda com Rodrigo Santos no contra-baixo,  que saiu do Barão em novembro.

Além das canções já citadas, completam o EP as canções Meus Bons Amigos (Fernando Magalhães, Guto Goffi e Maurício Barros, 1994); Eu queria ter uma bomba (Cazuza, 1985) e Tão longe de tudo (Guto Goffi, 1990). As versões se aproximam das gravações originais e a playlist do álbum conta com duas faixas bônus, o rock-samba Brasil (Cazuza, George Israel e Nilo Romero, 1988) e Por você (Roberto Frejat, Maurício Barros e Mauro Santa Cecília, 1998), ambas gravadas no Estúdio 2 – também com o baixo de Rodrigo Santos.

O lançamento do EP #Barãoprasempre no Spotify foi marcado por um erro técnico: todas as faixas estavam com títulos trocados. Ao dar play na música intitulada “Pense e Dance”, por exemplo, é reproduzida “Tão Longe de Tudo”, enquanto “Por Você” está no lugar de “Puro Êxtase”. Algo ruim para uma banda com a importância do Barão, que induz o ouvinte ao erro.

Comentários

comentários


Sobre Sal (397 Artigos)
Jornalista, blogueiro, letrista, já fui cantor em uma banda de rock, fotógrafo, fã de música, quadrinhos e cinema...

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*