Leia também

Cães de Aluguel (Reservoir Dogs) – Tarantino na veia

Cães de Aluguel (Reservoir Dogs) - Tarantino na veia

O primeiro filme que assisti do diretor Quentin Tarantino foi Pulp Fiction. Assisti na época mesmo, no cinema, em 1994. Antes já havia assistido Assassinos Por Natureza, mas não sabia que o roteiro era dele. Apesar de ser fã dos dois longas citados, principalmente Pulp Fiction, foi com Cães de Aluguel (Reservoir Dogs, 1992), o primeiro filme de Quentin, assistido por mim em 19995, que eu me tornei fã do cara. Esse filme também o elevou ao patamar de queridinho da crítica cinematográfica e do grande público.

Com orçamento modesto, de apenas US$ 1,2 milhões, Cães de Aluguel contém todos os elementos “tarantinesco” que gostamos. A trama trata da história de seis bandidos reunidos por um experiente criminoso para um grande roubo de diamantes. Nenhum dos seis se conhecem e todos usam cores como codinomes. Ah, o roubo não sai como planejado.

Cães de Aluguel (Reservoir Dogs) - Tarantino na veia

Daí em diante o filme tem uma séria tensa de acusações, um deles é baleado e discutem se há algum “espião” infiltrado no grupo. Diálogos inteligentes e engraçados, roteiro não linear, personagens instigantes e trilha sonora perfeita. Simplesmente uma grande estréia de um diretor que fez escola na década de 1990, justamente com esses elementos.

No elenco estão Harvey Keitel, Tim Roth, Michael Madsen, Steve Buscemi e o próprio Tarantino. O filme pode não agradar os mais puristas e tal. Como já descrevi, a história não é convencional. Não espere um filme de gângster ou um filme policial padrãozinho. Estamos falando de Quentin Tarantino minha gente.

Então essa dica é para aqueles que já assistiram reverem e os que não conhecem assistir!

Comentários

comentários


Sobre Sal (384 Artigos)
Jornalista, blogueiro, letrista, já fui cantor em uma banda de rock, fotógrafo, fã de música, quadrinhos e cinema...

1 Comentário em Cães de Aluguel (Reservoir Dogs) – Tarantino na veia

  1. O Tarantino realmente é um ótimo diretor, com estilo próprio no aspecto violência e diálogos inteligentes que nos prende a cada cena!!!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*