Carnaval na obra do Mundo Livre S.A. ganha reedição

Carnaval na obra do Mundo Livre S.A. ganha reedição - pitadas do sal

Gravado há 20 anos, o terceiro álbum do grupo pernambucano Mundo Livre S.A.Carnaval na Obra é o primeiro sem o músico Otto, que debandou para uma carreira solo. O (re)lançamento se dá através da série Clássicos em Vinil, da Polysom, neste mês de julho.

O Mundo Livre é precursora, ao lado de Chico Science & Nação Zumbi, do movimento que sacudiu o pop nacional nos anos 1990, conhecido como Mangue Beat. Otto e Fred Zero Quatro são os nomes do grupo que mais se destacaram, ao lado de Chico no cenário recifense. O terceiro álbum do Mundo Livre foi também o primeiro título do catálogo da então nascente Abril Music, gravadora que iria turbinar o mercado fonográfico do Brasil, no comando do executivo Marcos Maynard, até sair de cena por conta das próprias pretensões faraônicas.

Carnaval na obra do Mundo Livre S.A. ganha reedição - pitadas do sal

Gravado com a formação Fred Zero Quatro (voz, cavaquinho, guitarra, violão, banjo e surdo), Tony (bateria, caixa de ferramentas, programação de bateria eletrônica e vocal), Fábio (baixo), Bactéria (teclados, guitarra e vocal) e Marcelo Pianinho (percussão), o álbum Carnaval na obra foi idealizado por quatro produtores – Apollo 9, Carlos Eduardo Miranda (1962 – 2018), Eduardo BiD e Edu K – e deixou marcada músicas como Bolo de ameixa e Quem tem bit tem tudo, ainda relevantes no repertório da banda 20 anos após o lançamento do disco.

Avatar

sal

Jornalista, blogueiro, letrista, já fui cantor em uma banda de rock, fotógrafo, fã de música, quadrinhos e cinema...

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: