Leia também

Primeiro solo de Zé Ramalho completa 40 anos

Primeiro solo de Zé Ramalho completa 40 anos

O primeiro álbum solo do cantor e compositor Zé Ramalho lançado há 40 anos ganha tributo produzido por Marcelo Fróes – pesquisador musical que tem lançado pelo selo Discobertas gravações raras e inéditas do bardo paraibano.  O intuito da homenagem é celebrar as quatro décadas do lançamento da estreia de Ramalho em disco. O projeto tem curadoria do próprio Zé Ramalho.

O excelente álbum Zé Ramalho (1978), com repertório autoral, apresenta os clássicos Avohai e Chão de Giz. Além disso o disco foi responsável pela ascensão nacional de Zé, comparando-o a um Bob Dylan do sertão.

Com seu timbre grave e maneira característica de “declamar” suas letras/poesias, Zé chegou ao Sudeste com a turma de artistas nordestinos que “migrou” para o eixo Rio-São Paulo nos anos 1970, como Fagner, Amelhinha, Elba Ramalho, Belchior e Alceu Valença.

O tributo segue em processo de gravação, com nomes da nova geração de músicos brasileiros que fazem releituras de canções como Vila do sossegoDança das borboletas – parceria de Ramalho com Alceu Valença – e Voa voa. 
Zé nasceu sob a alcunha de José Ramalho Neto, em Brejo do Cruz, no dia 3 de outubro de 1949. Primo da cantora Elba Ramalho. Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone Brasil promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira. Zé Ramalho ficou na 41ª posição.

Comentários

comentários


Sobre Sal (396 Artigos)
Jornalista, blogueiro, letrista, já fui cantor em uma banda de rock, fotógrafo, fã de música, quadrinhos e cinema...

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*