Cinema

Alan Parker morre aos 76 anos

1 ago , 2020  

Cineasta britânico Alan Parker morre, aos 76 anos, em Londres. O fato ocorreu na manhã dessa sexta-feira, 31 de julho e foi divulgado pela família.

Parker foi diretor de filmes clássicos como O Expresso da Meia-Noite, Pink Floyd – The Wall, Evita, The Commitments – Loucos pela Fama, entre outros.

Alan Parker morre aos 76 anos
Alan Parker em 1973 COLEÇÃO HULTON-DEUTSCH / CORBIS / GETTY IMAGES
More…

,

Cinema

Dica de filme Netflix: Um Contratempo

6 dez , 2018   Video

Dica de filme Netflix – Um Contratempo.

Sei que o filme não é novo, mas eu só assisti agora e acho que vale a recomendação.

Então, se você gosta de um bom filme de suspense e quer dar uma oxigenada fugindo do padrão hollywoodiano, assista ao muito bom thriller Um Contratempo. Filme espanhol, de 2016, dirigido por Oriol Paulo, e com  Mario CasasBárbara Lennie Ana Wagener no elenco.

More…

, , , ,

Sem categoria

Indiana Jones 5 terá Harrison Ford com quase 80 anos

11 jul , 2018  

Indiana Jones 5 terá Harrison Ford com quase 80 anos

Indiana Jones 5 terá Harrison Ford com quase 80 anosPrevisto para 2019, adiado para 2020, Indiana Jones 5 tem data de lançamento adiada novamente para 2021, data em que o ator Harrison Ford, que é a cara do personagem, terá 79 anos. O motivo do atraso não foi comentado pela Disney; embora haja motivos para acreditarmos de que um novo escritor tenha sido contratado para melhorar o roteiro.

Agora a minha pergunta é: Depois do fracasso comercial de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008), nós precisamos de mais um filme do famoso arqueólogo? Sério, parece que a criatividade em Hollywood para filmes originais acabou. É um tal de requentar filmes antigos com remakes, reboots ou continuações infindáveis que a parada dificilmente dá certo.

De acordo com reportagens da última semana de publicações da indústria de Hollywood de que o roteiro não estava concluído e que um novo escritor estava sendo contratado para melhorá-lo. A Disney não respondeu imediatamente a um pedido de comentário nesta terça-feira sobre o atraso.

O “clássico” Indy

Indiana Jones 5 reunirá novamente Harrison Ford com o diretor Stephen Spielberg na franquia “Indiana Jones” criada pelo cineasta George Lucas, que arrecadou quase US$ 2 bilhões em bilheterias ao redor do mundo e consolidou uma base sólida de fãs ao redor do globo.

Spielberg também tem uma série de outros projetos em que está trabalhando atualmente, incluindo um remake (tá vendo?) do musical “Amor, Sublime Amor” e o drama religioso “The Kidnapping of Edgardo Mortara”.

, , ,

Sem categoria

Os Incríveis 2 estreia em 1º lugar no Brasil

2 jul , 2018  

Os Incríveis 2 estreia em 1º lugar no Brasil

A animação Os Incríveis 2 estreou em primeiro lugar nos cinemas brasileiros e superou Jurassic World: Reino Ameaçado, que liderava há duas semanas as bilheterias no Brasil.

A animação produzida pela Disney/Pixar arrecadou R$ 25,2 milhões e vendeu 1,49 milhão de ingressos entre quinta-feira (28) e domingo (dia 1º). No mesmo período, Jurassic World: Reino Ameaçado fez R$ 10 milhões e vendeu 587,76 mil ingressos. Os números foram divulgados nesta segunda-feira (2) pela empresa de monitoramento comScore.

O novo “Jurassic World”, que já estava na liderança na ponta antes mesmo de estrear oficialmente, agora soma R$ 49,63 milhões e 3,07 milhões de ingressos vendidos. Em terceiro lugar, ficou “Oito mulheres e um segredo”, em sua quarta semana em cartaz. Neste final de semana, o longa faturou R$ 1,42 milhão e vendeu 76,85 mil ingressos.

Confira o 10 no Brasil entre 28 de junho e 1º de julho:

  1. “Os Incríveis 2” – R$ 25,20 milhões
  2. “Jurassic World: Reino ameaçado” – R$ 10,6 milhões
  3. “Oito mulheres e um segredo” – R$ 1,41 milhão
  4. “Sexy por acidente” – R$ 873 mil
  5. “Hereditário – R$ 585 mil
  6. “Sicário: Dia do soldado” – R$ 415,5 mil
  7. “Deadpool 2” – R$ 280 mil
  8. “Do jeito que elas quere” – R$ 250 mil
  9. “Desobediência” – R$ 213,78 mil
  10. “Vingadores: Guerra infinita” – R$ 128 mil

,

Sem categoria

12 filmes para assistir no Dia dos Namorados

12 jun , 2018  

Todo ano no Dia dos Namorados, comemorado no Brasil em 12 de junho, é comum virar listinhas de músicas para ouvir a dois, filmes para assistir a dois, lugares para ir e por aí vai. Virou clichê, mas eu não ia ficar de fora, pois sempre que puder indicar alguma coisa legal, o farei… Então toma 12 filmes bacanas, (sem ordem de preferência, com exceção dos dois primeiros, que são para estar ali mesmo!) que vale muito a pena assistir a dois, a três, em turma…. Vale assistir porque são filmes legais!

Bora lá!

12 – Diga o que quiserem (Say Anything, 1989)

Clássico da Sessão da Tarde nos anos 1990, Diga o que quiserem é daquelas comédias românticas que encantam e marcam uma época. A trama narra o romance entre Lloyd Dobler (John Cusack) e Diane Court (Ione Skye) imediatamente após eles se formarem no ensino médio. Em 2002, a Entertainment Weekly classificou Say Anything como o melhor filme moderno de romance, e o filme ficou em número 11 na lista dos 50 melhores filmes de ensino médio, também da Entertainment Weekly.

12 filmes para assistir no Dia dos Namorados

11 – Grandes Esperanças (Great Expectations, 1998) 

Dirigido por Alfonso Cuarón, com roteiro baseado na obra de Charles Dickens, Grandes Esperanças conta a história de um jovem artista apaixonado desde os 7 anos por uma vizinha rica, que se tornara uma bela mulher, e que é extremamente fria para com ele. O filme é a modernização do clássico de Charles Dickens sobre o órfão Bell e seu amor pela bela e fria Estella, criada por sua vó uma mulher cruel que busca vingança contra os homens por ter sido abandonada à beira do altar, e o misterioso benfeitor que muda o destino do rapaz.

12 filmes para assistir no Dia dos Namorados

 

10 – Romeu e Julieta (Romeo and Julieta, 1969)

Dirigido por Franco Zeffirelli, com roteiro baseado na obra-prima teatral Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Foi filmado inteiramente na Itália, em diversas locações. É um clássico, e não preciso dizer mais nada.

 

9 – Ghost: Do Outro Lado da Vida (Ghost, 1990)

Quem aqui já passou dos 30 e ainda não assistiu Ghost, não sabe o que está perdendo. Drama, romance e humor nas medidas certas, o filme foi um arrasa-quarteirão nos anos 1990 e campeão de locações nas locadoras quando saiu em VHS. Dirigido por Jerry Zucker e com roteiro de Bruce Joel Rubin.

O filme foi indicado a cinco Oscars, incluindo Melhor Filme, Melhor Trilha Sonora e Melhor Montagem, ganhou os prêmios de Melhor Atriz Coadjuvante para Whoopi Goldberg e Melhor Roteiro Original.

 

8 – Harry & Sally: Feitos um para o Outro (When Harry Met Sally…, 1989)

Esse eu assisti na Sessão da Tarde e sempre que reprisava estava eu sentado em frente a TV. A cena no fast-food em que uma senhora pede o mesmo que a Sally é memorável.

Estrelado por Billy Crystal como Harry e Meg Ryan como Sally. A história segue os personagens a partir do momento que viajam juntos de Chicago até Nova Iorque e passam a se encontrar esporadicamente por 12 anos ou mais de encontros casuais em Nova Iorque. O filme levanta a questão “Os homens e as mulheres podem apenas ser amigos?” e avança muitas idéias sobre as relações que se tornaram conceitos domésticos e a “pessoa de transição”.

 

7 – O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d’Amélie Poulain, 2001)

Um dos meus preferidos aqui da lista. Esse filme é lindo, é fofo, é engraçado, é bem colorido, é louquinho e apaixonante. Ah, ainda por cima conta com uma trilha sonora maravilhosa.

Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, a inocente Amélie (Audrey Tautou) muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo ­ e é assim que encontra Dominique (Maurice Bénichou). Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor.

 

6 – Melhor é Impossível (As Good as It Gets, 1997)

Vi no cinema e valeu cada centavo do valor do ingresso. No elenco temos Jack Nicholson como um romancista obsessivo-compulsivo misantropoHelen Hunt como uma mãe solteira com um filho asmático, e Greg Kinnear como um artista gay. O roteiro foi escrito por Mark Andrus e James L. Brooks. Nicholson e Hunt ganharam o Oscar de Melhor Ator e  Atriz.

Em Nova York um escritor grosseiro e sarcástico (Jack Nicholson) tem como alvos principais um artista gay (Greg Kinnear), seu vizinho, e uma garçonete (Helen Hunt) que o atende diariamente e se desdobra para cuidar do filho que tem asma crônica. O destino vai fazer com que eles fiquem muito mais próximos do que poderiam imaginar.

 

5 – Razão e Sensibilidade (Sense and Sensibility, 1995)

O filme conta a história de Elinor e Marianne, duas irmãs em dificuldades financeiras e à procura do amor verdadeiro numa sociedade obcecada pelo status financeiro e social. Aprendendo a conviver com a realidade de ser mulher no século XIX, a reprimida e racional Elinor e a exuberante e sensível Marianne, mudam-se para o campo, onde encontram o amor de formas diferentes.

 

4 – Azul é a cor mais quente (La vie d’Adèle – Chapitres 1 & 2, 2013)

O filme gira em torno de Adèle (Exarchopoulos), uma adolescente francesa que descobre amor e liberdade quando conhece uma aspirante a pintora de cabelo azul (Seydoux). O filme segue a relação de anos delas, ao longo do ensino médio de Adèle, a sua vida adulta precoce e carreira como professora de escola. Em Cannes, La vie d’Adèle ganhou por unanimidade o Palma de Ouro do júri oficial e o Prêmio FIPRESCI. É o primeiro filme a ter o Palma de Ouro concedido tanto para o diretor e as atrizes principais, com Seydoux e Exarchopoulos juntando-se a diretora Jane Campion como as únicas mulheres que já ganharam o prêmio.

 

3 – Closer: Perto demais (Closer, 2004)

Amo os diálogos desse filme estrelado por Julia RobertsJude LawNatalie Portman e Clive Owen, sendo os dois últimos atores indicados ao Oscar por seus papéis no longa.

Anna (Julia Roberts) é uma fotógrafa bem sucedida que conhece e seduz Dan Woolf (Jude Law), um jornalista sem sucesso tentando lançar um livro, os dois acabam tendo um rápido envolvimento. A seguir, Anna conhece Larry Gray (Clive Owen) de uma forma um tanto inusitada, e, mais tarde, se casa com ele. Dan mantém um caso com Anna mesmo depois de seu casamento e usa a misteriosa Alice (Natalie Portman), uma stripper, como sua musa inspiradora, sem saber que Alice carrega diversos segredos ainda não revelados.

 

2 – Brilho eterno de uma mente sem lembranças (Eternal Sunshine of the Spotless Mind, 2004)

Amo, amo, amo esse filme, a história, os diálogos, as interpretações, tudo! Recomendo sempre!

Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) formavam um casal que durante anos tentaram fazer com que o relacionamento desse certo. Desiludida com o fracasso, Clementine decide esquecer Joel para sempre e, para tanto, aceita se submeter a um tratamento experimental, que retira de sua memória os momentos vividos com ele. Após saber de sua atitude Joel entra em depressão, frustrado por ainda estar apaixonado por alguém que quer esquecê-lo. Decidido a superar a questão, Joel também se submete ao tratamento experimental. Porém ele acaba desistindo de tentar esquecê-la e começa a encaixar Clementine em momentos de sua memória os quais ela não participa.

 

1 – Casablanca (Casablanca, 1942)

Bom, esse é simplesmente um dos meus filmes favoritos ever. Tudo nele é bom, até o fato de ser preto e branco. Casablanca já mereceu post dedicado aqui no Pitadas. Clique aqui para ler.

Dirigido por Michael Curtiz. O filme conta um drama romântico na cidade marroquina de Casablanca sob o controle do da França de Vichy. O filme é baseado na peça Everybody Comes To Rick’s(“todo mundo vem ao café de Rick”) de Murray Burnett e Joan Alison. As estrelas Humphrey Bogart no papel de Rick Blaine e Ingrid Bergman como Ilsa Lund. Vc não pode viver sem ter assistido! É lindo!

, , ,

Sem categoria

Trailer – Nasce Uma Estrela com Lady Gaga e Bradley Cooper

7 jun , 2018   Gallery

Trailer - Nasce Uma Estrela com Lady Gaga e Bradley Cooper

Trailer - Nasce Uma Estrela com Lady Gaga e Bradley Cooper

O remake de Nasce Uma Estrela acaba de ganhar o primeiro trailer e confesso: Quando Lady Gaga começa a cantar eu arrepiei. Também me surpreendi com o Bradley Cooper cantando. Mas vamos ao que interessa, assista ao trailer abaixo e diga o que vc achou.

Gaga e Cooper são as estrelas do trailer lançado pela Warner, nesta quarta-feira (6). O filme “Nasce uma estrela”, é um musical dirigido pelo próprio Cooper e estreia no Brasil em 1º de outubro. Essa é, salvo engano meu, a quarta versão do drama originalmente lançado em 1937, com Janet Gaynor e Fredric March. Há uma versão de 1954, estrelada por com Judy Garland e James Mason e ainda o longa de 1976 dirigido por Frank Pierson, com Barbra Streisand e Kris Kristofferson dando vida ao casal protagonista da trama.

Eu assisti a segunda e terceira versões e gosto bastante, embora os críticos considerem a versão de 1976 como a pior das três primeiras. Estou empolgado para assistir a essa nova, até porque acho Gaga uma puta cantora e quero ver seu desempenho como atriz. O que vi no trailer aprovei.

A trama do filme A Star Is Born, no original em inglês, é bastante simples: Um astro do country em declínio ajuda uma cantora novata a chegar ao estrelato.

O longa marca a estreia de Bradley Cooper como diretor. Gaga também é a responsável por interpretar as canções originais no filme, que ela compôs junto com Cooper e vários outros artistas, incluindo Lukas Nelson, JasonIsbell e Mark Ronson. Todas as canções são originais e foram gravadas ao vivo.

O primeiro filme, de 1937, levou o Oscar de Melhor Roteiro Original. Em 1954 o filme ganhou a sua versão mais famosa, com Judy Garland como protagonista e concorreu a seis Oscars, entre eles o de Melhor Atriz (Judy Garland) e o de Melhor Ator (James Mason). A última versão a chegar às telonas foi em 1976, com Barbra Streisand no papel principal. A cantora, inclusive, levou para casa o Oscar de Melhor Canção Original pela música Evergreen.

Este slideshow necessita de JavaScript.

, , , ,

Sem categoria

Cinebiografia de Bob Marley produzida por Ziggy

7 jun , 2018  

Cinebiografia de Bob Marley produzida por Ziggy

Cinebiografia de Bob Marley produzida por Ziggy – Falar da importância de Bob Marley para a música é chover no molhado. Então irei me ater a novidade. Um representante da Paramount Pictures confirmou quarta-feira, 6 de junho que um filme baseado na vida do cantor está em fase de desenvolvimento. Não há muito mais informação, mas é um motivo e tanto para os fãs de Bob, que morreu em 1981, aos 36 anos, vítima de câncer.

Já o site de notícias Deadline informou que o filho de Bob, Ziggy Marley, também músico, está no comando da produção.

Marley levou o reggae para muito além da Jamaica, seu país de origem. Há muito material em documentários, gravação de shows e o registro”Marley”, de 2012, feito pelo diretor escocês Kevin Macdonald, que reuniu imagens de arquivo e entrevistas do cantor e compositor, considerado por muitos como uma lenda da música.

Dentre os inúmeros sucessor de Bob Marley, sempre vale destacar as clássicas “Is This Love”; “No Woman, No Cry” e “Redemption Song”… Enquanto o filme não chega, vai uma playlist com os sucessos do mestre.

, , , ,

Sem categoria

Coringa de Jared Leto vai ter filme próprio

6 jun , 2018  

Coringa de Jared Leto vai ter filme próprioParece que a Warner não aprende mesmo. Sério que com tanto a fazer com os heróis da DC os produtores do estúdio estão pensando em criar um filme do Coringa? O vilão é coadjuvante das histórias do Batman. Ou seja, ele é ótimo para… coadjuvar. Simples assim. Gastar esforços para um longa exclusivo de um Coringa que não deu certo no Esquadrão Suicida é demais.
Bom, o desabafo inicial do primeiro parágrafo foi necessário. Precisava disso. Ninguém quer um filme do Coringa do Jared Leto, ou sou só eu? Mas de acordo com informações da revista americana Variety a parada vai acontecer.

O “Joker” deve ser o próximo personagem do longa de anti-heróis dirigido por David Ayer a ganhar uma produção solo. A Arlequina de Margot Robbie será a estrela de “Birds of prey“. A revista informa ainda que Leto e a Warner estão em busca de um roteirista. Não há data para o início da produção e eu espero sinceramente que desistam dessa ideia e foquem em fazer bons filmes com os heróis. A galeria é extensa.

Coringa de Jared Leto vai ter filme próprio

E pra piorar, a Warner parece estar tão perdida que em fevereiro passado a própria Variety informou que um filme de origem do Coringa, dirigido por Todd Philips e com Joaquin Phoenix no papel do Palhaço do Crime estava em negociação. Vai saber! Ah, e a bomba do Esquadrão Suicida terá continuação, com gravações previstas para 2019.

, , , , , ,

Sem categoria

Jamie Foxx será Spawn no cinema

5 jun , 2018  

Jamie Foxx será Spawn no cinema

Jamie Foxx será Spawn no cinema

Jamie Foxx será Spawn no cinema – De acordo com notícias divulgadas pela revista VarietyJamie Foxx, que ganhou um Oscar de melhor ator por sua atuação em Ray, cinebiografia do músico Ray Charles, vai viver o anti-herói dos quadrinhos, Spawn, nas telas de cinema. A direção ficará a cargo de Todd McFarlane, criador do personagem.

Spawn foi criado em 1992, para a editora Image Comics, criada por um pool de quadrinistas, entre eles o próprio McFarlane. Nas histórias em quadrinho o Soldado do Inferno é um ex-soldado americano que é mandado para o inferno após sua morte. Ele se revolta com o fato, se acha traído e volta a Terra com poderes sinistros.

Primeiro filme “flopou” nos cinemas

Spawn já teve uma versão meia boca para os cinemas, em 1997, estrelado por Michael Jai White. Foi um fracasso. Também foi protagonista de uma série animada, com três temporadas, produzidas pela HBO. Agora vamos esperar o que McFarlane, em sua estreia como diretor e torcer para que o personagem ganhe um filme a altura do que representou nos quadrinhos nos anos 1990.

Jamie Foxx será Spawn no cinema

Versão de Spawn para o filme de 1997

, , , , ,

Sem categoria

Boba Fett terá seu Uma História Star Wars

25 Maio , 2018  

Boba Fett terá seu Uma História Star Wars – Além de Kenobi, que está previsto para ser produzido e contará uma história do mestre Jedi Obi-Wan, o caçador de recompensas Bobba Fett, que possui uma legião de fãs pelo mundo, mesmo sendo sua aparição nos longas de Star Wars pífias, vai ganhar seu filme solo.

De acordo com informações divulgadas pela revista The Hollywood Reporter , o longa será escrito e dirigido pelo responsável de Logan (2017), James Mangold. Ainda não há previsão de estreia.

Boba Fett terá seu Uma História Star Wars

Boba Fett foi apresentado pela primeira vez em O Império Contra-Ataca, de 1980, interpretado por Jeremy Bulloch, que retornou ao papel em 1983, em O Retorno de Jedi. O personagem se tornou querido pelos fãs, apesar de quase não ter falas e aparecer sempre com armadura. Fett será o segundo personagem a ganhar um filme próprio dentro da franquia.


 

Hollywood Reporter também garante que um longa sobre o mestre Jedi Obi-Wan Kenobi também está nos planos dos estúdios, e o cineasta Stephen Daldry (“O leitor”) negocia para assumir a direção.

, ,