Leia também

Universal Music reedita álbum raro de Fábio Jr.

Universal Music reedita álbum raro de Fábio Jr.

Cantor, compositor e ator, Fábio Jr. iniciou a carreira cantando em inglês sob o pseudônimo de Mark Davis. Isso corria o ano de 1974, quando emplacou o primeiro sucesso com a balada “Don’t let me cry”, composta por Pete Dunaway em parceria com o produtor Caion Jorge Gadia. Porém, no ano de 1976, já assumindo seu nome de batismo, Fábio lança um álbum cantando em português, com composições próprias e também com uma inusitada parceria com o escritor Paulo Coelho.

Título raro na discografia do cantor, o disco Fábio Júnior, 1976, ainda sem a grafia Jr. conhecida até hoje, recebe edição digital neste mês de junho, pela gravadora Universal Music. O álbum é raríssimo, embora tenha recebido um tímido relançamento em CD, no ano de 1994, na série Colecionador.

Ouça o álbum reeditado

Lançado originalmente pelo selo Philips, o disco contém oito parcerias com Paulo Coelho, uma canção de Tony Bizarro e Franki Arduini, uma composição própria e a regravação de A noite do meu bem (Dolores Duran, 1959).

Deixei de ouvir as canções do Fábio lançadas a partir da segunda metade dos anos 1980, mas gosto muito e ouço com frequência as músicas iniciais de sua carreira. Além de serem canções marcantes, como Eu Me Rendo, Seu Melhor Amigo, 20 Poucos Anos e Pai, a carreira inicial de Fábio já o mostra como um excelente cantor romântico, que merece ser mais lembrado pela mídia e apreciadores de música do estilo.
Na playlist abaixo uma seleção de minhas canções preferidas do Fábio.

Comentários

comentários


Sobre Sal (394 Artigos)
Jornalista, blogueiro, letrista, já fui cantor em uma banda de rock, fotógrafo, fã de música, quadrinhos e cinema...

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*